você está em:

 


 

Especial - PT 30 Anos

publicado em 16/02/2010

Imagem SlideShow: 


    CARTAZES

O cartaz é um dos mais poderosos e criativos meios de expressão e de comunicação de nossos tempos. Entre seus vários gêneros está o político. Pode-se dizer que o cartaz político serve para demarcar uma presença no espaço público, afirmar uma identidade coletiva, informar, seduzir, persuadir, convencer, reunir.

O cartaz político, para cumprir seus fins, ocupou murais, postes, e, principalmente, os muros das cidades. As organizações do movimento dos trabalhadores, ávidas pelo menor espaço de liberdade, os ocuparam bem cedo para levar seu combate propagandístico e os transformaram em um dos principais campos de batalha das lutas políticas e sindicais.

O cartaz político, da forma como o conhecemos hoje, apareceu primeiro na Europa no último quartel do século 19. Ao longo desse período de mais de um século sofreu uma considerável evolução. Em seus primórdios os cartazes políticos, afixados nas ruas que levavam os operários ao seu trabalho, eram uma espécie de jornal com grandes letras, onde apenas a palavra reinava. Foi somente na última década do século 19 é que surgiram os cartazes com minuciosos desenhos, que depois, acompanhando a evolução das técnicas gráficas, foram sucedidos pela fotografia, fotomontagem, etc. até chegarem às composições fotográficas elípticas influenciadas pelo discurso publicitário no final do século passado.

Em fevereiro de 2010 o Partido dos Trabalhadores completou 30 anos de existência. Nesta trajetória de três décadas, que se iniciou quando já eram mais que perceptíveis os estertores da ditadura militar, na segunda metade da década de 1970, e que culmina com os oito anos do Governo Lula, os cartazes sempre foram um elemento importante no diálogo do PT com os brasileiros.

A crescente predominância do discurso visual no diálogo com as massas é uma característica de nosso tempo, da qual o PT é partícipe e protagonista. Assim, desde quando se discutia a criação do Partido dos Trabalhadores, já havia uma permanente preocupação no sentido de que fossem elaborados instrumentos de comunicação com um grande contingente da população brasileira que tinha a convicção de que se fazia necessário renovar os ares da esfera pública do país e deixar no passado um modo de fazer política que excluía a imensa massa da população do Brasil. Esta renovação sonhada por um grande número de brasileiros e efetivada no PT teve uma manifestação concreta nos temas e na forma como ela era apresentada. E esta novidade que tomou ares de realidade permanente e insubstituível a partir do momento em que começou a transformar em realidade suas propostas, através de políticas públicas inovadoras e transformadoras e que atendiam às aspirações da imensa maioria da população brasileira em sua ânsia de superar a miséria e construir um país à altura de seus ideais. Toda esta trajetória de três décadas produziu um enorme acervo iconográfico que sintetiza a história do PT e, claro, a do Brasil, além de reproduzir, sinteticamente, a evolução da história do cartaz político.

Enfim, esta exposição organizada pela Fundação Perseu Abramo, no âmbito de seu Centro Sérgio Buarque de Holanda, tem como mote dar uma amplitude à trajetória e às conquistas do PT e a coloca na sociedade brasileira, sobretudo, porque partilha este patrimônio com todos aqueles que o construíram. É um retrato fiel do PT: um projeto coletivo que merece ser comemorado por todos e no qual todos se reconhecem. Neste conjunto de cartazes, independente da trajetória de cada petista e de cada brasileiro, todos nós, seja qual for o volume de sua contribuição, nos vemos como um elemento, um grão de areia, na construção de um partido e de um país.

FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Centro Sérgio Buarque de Holanda
 

Tags:  




 

Partido dos Trabalhadores


FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - Vila Mariana - CEP 04117-091 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (11) 5571-4299 - Fax (11) 5571-0910