você está em:

 


 

40 anos sem Marighella

publicado em 28/10/2009

Por Comunicação FPA
Por: 
Comunicação FPA

"É preciso não ter medo,
é preciso ter coragem de dizer"

trecho de Rondó da Liberdade,

de Carlos Marighella

Carlos Marighella, lutador incansável contra ditaduras

Militante desde cedo, o baiano Carlos Marighella enfrentou as várias faces da repressão ditatorial. Foi preso e torturado durante a ditadura de Vargas. Não desistiu, sua luta foi redobrada dentro do Partido Comunista. Foi eleito deputado, teve o mandato cassado quando o Partidão caiu na clandestinidade, e a luta continuava.

Em 1964, com o golpe militar, Marighella foi preso outra vez -- e sua luta continuava ainda mais fortalecida. Em 67, foi formada a ALN (Aliança Libertadora Nacional), para reagir à violência dos militares e organizar a população contra a ditadura, com presença fundamental de Marighella.

Em 04 de novembro de 1969, o incansável militante foi assassinado numa emboscada armada pelos agentes do regime militar. Para recordar sua vida e luta nestes 40 anos de sua morte, a Fundação Perseu Abramo oferece uma seleção de textos de seu acervo, homenageando a memória de Marighella em entrevistas, ensaios e resenhas.

 

 

 

"Em Marighella se combinaram muito bem a força do militante determinado e uma natureza humana fascinante. A mistura, em seu sangue, da vitalidade das culturas da Itália e da África, filho que era de um militante anarquista e de uma descendente de escravos, deve ser uma explicação forte para o seu jeito de ser. Humano, afetuoso, sensível, amigo. Avesso às formalidades e à rigidez dos dogmas, era uma pessoa criativa, alegre, independente, capaz de surpreender companheiros com visitas durante a madrugada, em plena clandestinidade, para passar horas à beira do fogão conversando sobre a vida. Versátil, demonstrou capacidade de atuar nas mais diferentes áreas de atividade"

 

Apolonio de Carvalho,
na apresentação do livro A imagem e o Gesto
(Editora Fundação Perseu Abramo, 1999)

Ensaios e textos

- Sobre Ustra, Fleury e outros asseclas
Emiliano José escreve sobre o filho de Carlos Marighella, Carlos Augusto Marighella

- Carlos Marighella – Trinta Anos depois
por Alípio Freire

- Texto de Antonio Candido sobre Marighella, extraído do livro A imagem e o gesto

- 4 de novembro
Poema de Pedro Tierra homenageando Marighella (extraído do livro Poemas do Povo da Noite, publicado pela Editora Fundação Perseu Abramo e a Publisher Brasil, 2009)

- Carlos: mulato, baiano, comunista, brasileiro
por Emir Sader


Entrevistas

- Clara Charf - Duas histórias de luta, uma história de amor
Companheira de Marighella até o último momento, Clara Charf rememora uma história de amor e de lutas em entrevista para a revista Teoria e Debate nº 08

- Jacob Gorender - O PCB, a FEB e o marxismo
Em entrevista para a revista Teoria e Debate nº 11, o ex dirigente do PCB Jacob Gorender relembra sua trajetória e a convivência com Marighella

- Aldo Lins e Silva - Um advogado presente
Amigo de Luiz Carlos Prestes e Carlos Marighella, Aldo Lins e Silva relata, em entrevista para a edição nº 40 de Teoria e Debate, episódios importantes da história recente do país

Livros

- A imagem e o gesto: a Fotobiografia de Carlos Marighella
de Vladimir Sacchetta, Marcia Camargos e Gilberto Maringoni
(Editora Fundação Perseu Abramo, 1999)

- Resenha de Jorge Nóvoa sobre o livro Um anjo doce, escrito por Emiliano José

A foto que ilustra esta página é extraída do livro A imagem e o gesto
Tags:  




 

Partido dos Trabalhadores


FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - Vila Mariana - CEP 04117-091 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (11) 5571-4299 - Fax (11) 5571-0910