você está em:

 


 

A Anistia do Brasil

publicado em 13/02/2010

 

Em 1979 estimava-se haver no Brasil cerca de 200 presos políticos, 130 banidos, 4.900 punidos por atos de exceção, 260 estudantes atingidos pela o artigo 477 e 10 mil exilados. Apesar das limitações da lei, entre presos, cassados, banidos, exilados ou simplesmente destituídos dos seus empregos, a beneficiou cerca de 4.700 pessoas e a volta dos exilados e a libertação dos presos deu um impulso ainda maior ao processo que desembocou no final da ditadura militar: a criação do PT, a fundação da CUT, as vitórias da oposição nas eleições de 1982 e, em especial o movimento das Diretas Já deixaram claro que os brasileiros estavam fartos da ditadura militar, que se encerrou com a saída do último general presidente em 1985.

 

Carlos Alberto Soares, com a esposa e filhos, ao sair da prisão – Barro Branco – São Paulo.
[Jesus Carlos/Em Tempo/CSBH]

 

Gregório Bezerra na volta do exílio [Jesus Carlos/Em Tempo/CSBH]

 

[Fonte: Sindicato dos Bancários de São Paulo]

 

Recepção a Zé Ibrahim no Aeroporto de Viracopos. Em Campinas (27/05/1979) [Ennio Brauns/Em Tempo/CSBH]

 

Ato público em recepção de Flávia Shilling no Aeroporto de Congonhas (1980) [Jesus Carlos/Em Tempo/CSBH]

 

Convite para lançamento da campanha de 1982 em São Paulo que ocorreu no Largo 13 de Maio, em Santo Amaro, no dia 21 de abril de 1982

 

Panfleto do CBA/SP

  

Tags:  




 

Partido dos Trabalhadores


FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - Vila Mariana - CEP 04117-091 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (11) 5571-4299 - Fax (11) 5571-0910