você está em:

 


 

Cultura política e cidadania - 1997

publicado em 13/02/2010

Parte central do projeto do Núcleo de Opinião Pública para 1997, a pesquisa Cultura Política e Cidadania, cujos resultados gerais são aqui apresentados, dá início à produção própria da Fundação Perseu Abramo voltada à investigação do imaginário social brasileiro, com vistas a subsidiar a ação política do PT e fomentar o debate público sobre as instituições políticas, a construção da cidadania e o aprofundamento da democracia.

Os resultados gerais estão divididos em cinco capítulos e um sumário conclusivo. O primeiro capítulo traz os dados do perfil da amostra, representativa do eleitorado brasileiro, caracterizando a fonte primária dos resultados. O segundo apresenta quatro cenários do 1º turno da disputa presidencial, razões da intenção de voto nos cinco principais candidatos, potencial de voto e rejeição de 8 possíveis postulantes e dois cenários de 2º turno. O terceiro trata do desempenho dos 3 Poderes, avalia 10 áreas de atuação do executivo federal, a expectativa diante da eventual reeleição de FHC e traz as avaliações do Plano Real, do poder de compra, da questão do desemprego e da capacidade de o PT gerir a economia do país, incluindo as expectativas em relação à estabilidade do Real diante da eventual eleição de Lula. O quarto trata da imagem dos partidos e do PT em particular, finalizando com o conhecimento dos projetos dos governos petistas, o impacto da saída de dirigentes e de denúncias contra o PT (CPEM). No quinto capítulo, há um retrato da evolução de indicadores de nossa cultura política, passando pela adesão a valores democráticos, tolerância com minorias e concepções de democracia, cidadania e socialismo.

Data de campo: 15 e 20 de novembro de 1997

Equipe responsável
Com a direção de Gustavo Venturi, coordenação de Marisol Recamán e coordenação-assistente de Rita de Cássia Dias, coube ao Núcleo de Opinião Pública a seleção, articulação e orientação de uma rede nacional de institutos regionais, responsáveis diretos pelos trabalhos de campo (realização das entrevistas e verificação dos questionários) em cada estado, conforme relação abaixo. Além da coordenação da rede durante a coleta de dados, coube ao NOP o contato com os Diretórios Regionais de todos os estados, buscando sua integração ao projeto; o planejamento e desenho das amostras, a elaboração dos questionários em articulação com o DN e com os DRs SP e MG, a coordenação dos trabalhos de pré-campo (planejamento, formatação e montagem dos instrumentos de campo), e de pós-campo (coordenação das equipes de crítica e codificação). A digitação e o processamento de dados esteve a cargo de Nilson Massaharu Endo.

A rede nacional foi composta pelos institutos:
Meta - Pesquisa de Opinião (Flávio Silveira, RS),
Ethos - Pesquisa Aplicada (Antonio Toso, SC e PR),
Fonte - Análise e Pesquisa (Cássia Paixão, SP e MG),
Enquete - Pesquisa de Opinião Pública (Rita de Cássia Vieira, ES),
Binomial - Consultoria e Pesquisa de Mercado (Robinson Almeida, BA),
Chek - Pesquisa de Mercado (Carlos Roberto Nunes, SE e AL),
Ethos - Assessoria e Pesquisa (Cinara Nahra, PB e RN),
Acertar - Pesquisas (Américo Canto, PA) e
Ícone - Informação Conjuntural (Milton Yano, MT e MS);

  Eainda pelos profissionais de pesquisa:
Vera Marques (RJ),
Laura de Renor (PE),
Joana D'Arc Melo (CE),
Hélica Silva (PI e MA),
João Alves de Souza (AM),
Marivaldo Nascimento de Souza (AC e RO)
Nilva Lopes Mariano (GO, TO e DF)

Tags:  




 

Partido dos Trabalhadores


FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - Vila Mariana - CEP 04117-091 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (11) 5571-4299 - Fax (11) 5571-0910