você está em:

 


 

Advogados de presos e perseguidos na ditadura recebem homenagem

publicado em 13/11/2012

Fonte

 Portal Vermelho - 13/11/2012/Redação FPA

Fonte: 
<p>&nbsp;Portal Vermelho - 13/11/2012/Reda&ccedil;&atilde;o FPA</p>

 Advogados de pessoas detidas e que foram perseguidas politicamente pelos governos da ditadura militar (1964-1985) serão homenageados terça-feira (13), em Brasília, numa cerimônia co-organizada pela Subcomissão Parlamentar Memória, Verdade e Justiça (CPMVJ) da Câmara dos Deputados e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), na sede desta entidade, às 18 horas.

Tags:  



 

A voz das prisões

publicado em 10/09/2012

Por Alcione Abramo
Por: 
Alcione Abramo

No fundo das masmorras os prisioneiros políticos elaboravam documentos e cartas em que relatavam as torturas, as péssimas condições de vida nos cárceres, as circunstâncias em que se davam as prisões, os seqüestros, as falsas acusações, as falhas dos processos e muitas outras coisas.

Tags:  



 

Association Belge des Juristes Démocrates

publicado em 10/09/2012

Por Associação Belga de Juristas Democratas
Por: 
Associação Belga de Juristas Democratas

Communiqué de Presse
Persmededeling
Bruxelles, le 9 août 1979

Tags:  



 

Carta de Haroldo Lima

publicado em 10/09/2012

prisioneiro político:

Salvador, ala política da Penitenciária Lemos de Brito, 19/8/79

Ao Senador Teotônio Villela,
Aos Srs. parlamentares,
Aos movimentos de anistia
À Imprensa
Ao povo em geral

VIVA A LIBERDADE:

Tags:  



 

A todos os que lutam pela Anistia e pelos Direitos Humanos

publicado em 10/09/2012

Por Presos Políticos
Fonte

 

da obra de Gilney A Viana e Perly Cipriano, Fome de Liberdade – Relato dos Presos Políticos

Fonte: 
<p>&nbsp;</p> <p align="JUSTIFY">da obra de Gilney A Viana e Perly Cipriano,<a href="http://www.efpa.com.br/telas/produtos/detalhes.asp?Id_Produto=269&amp;ID_Familia=1"><i> Fome de Liberdade &ndash; Relato dos Presos Pol&iacute;ticos</i></a></p>
Por: 
Presos Políticos

O regime acaba de dar à luz seu projeto de Anistia Parcial e Restrita. Começam agora os rituais para que ele seja imposto à Nação.

Nunca um projeto de Anistia no Brasil foi tão contraditório, falho e aquém das aspirações da sociedade e do momento político que atravessamos.

Tags:  



Detalhes do Livro

Poemas do povo da noite
Autores: TIERRA, Pedro (Hamilton Pereira)
Sinopse:

Reeditado por ocasião dos 30 anos na Anistia, o livro nasceu nos cárceres brasileiros das mãos e do coração de um sobrevivente, Hamilton Pereira da Silva, sob o pseudônimo Pedro Tierra. Escrita em centros de detenção e tortura e nos presídios que receberam prisioneiros políticos nos piores anos da ditadura militar, a obra traz poemas lidos e declamados em reuniões e atos dos movimentos pela Anistia política e pela democracia. Coedição com a Publisher Brasil.

Dados Técnicos

ISBN:978

Páginas:247

Ano:2009

Edição:2

Idioma:Portuguesa

Peso:540



Detalhes do Livro

Fome de Liberdade
Autores: VIANA, Gilney Amorim e CIPRIANO, Perly
Sinopse:

Ex-presos políticos, Gilney Amorim Viana e Perly Cipriano relatam a luta travada contra a ditadura militar e a favor de uma anistia ampla e irrestrita, que contou com uma greve de fome de 32 dias num presídio e motivou iniciativas semelhantes de encarcerados em vários estados. Os autores narram os mais de 15 anos de resistência dos presos políticos, dos absurdos ocorridos nas prisões militares às greves de fome e à reação do governo dos protestos.

Dados Técnicos

ISBN:2147483647

Páginas:362

Ano:2009

Edição:2

Idioma:Portuguesa

Peso:540



Tags  

Campanha pela Anistia





 

ENTREVISTA: Direito à memória e à verdade - Paulo Vannuchi

publicado em 01/04/2009

Estado brasileiro reconhece em publicação que mortos pela ditadura militar não eram terroristas, mas brasileiros e brasileiras que lutaram contra regime que violou a Constituição

Entrevista com Paulo Vannuchi, secretário Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, por Rose Spina*

Tags:  



 

Porfírio - Um leitor do livro do Apocalipse

publicado em 27/04/2007

Por Pedro Tierra
Por: 
Pedro Tierra

O X – 1 era mais claro do que a cela 10 onde eu permanecera nos últimos meses. E maior. A cela coletiva dava para um pequeno pátio destinado ao banho de sol dos presos políticos. A estrutura do Pelotão de Investigações Criminais (PIC), no Setor Militar Urbano foi desenhada como uma ferradura de celas individuais contíguas que cerca duas celas coletivas com capacidade para vinte presos, cada uma.

Tags:  




 

Partido dos Trabalhadores


FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
Rua Francisco Cruz, 234 - Vila Mariana - CEP 04117-091 - São Paulo - SP - Brasil Fone: (11) 5571-4299 - Fax (11) 5571-0910